Posição da prótese de mama - William Machado
redução de mamas

Posição da prótese de mama

Além do tamanho e do formato da prótese, o local em que o implante ficará na mama deve ser avaliado corretamente para cada paciente. Atualmente, existem 3 posições para a colocação do silicone: atrás da glândula mamária (subglandular), atrás (ou abaixo) do músculo (submuscular) e metade atrás da glândula e metade atrás do músculo (dual plane). Neste artigo vamos explicar as vantagens e as desvantagens de cada uma dessas técnicas para o aumento de seios. Veja também: Mamoplastia de aumento

A principal característica levada em consideração na hora de verificar onde a prótese será colocada é a quantidade de tecido mamário que a paciente apresenta.

  • Prótese subglandular

O implante subglandular é indicado para as mulheres que já possuem algum tecido mamário para cobrir a prótese, dessa forma, o resultado não será artificial. Esse posicionamento também é uma boa alternativa para pacientes que desejam ter um colo mais marcado.

  • Prótese submuscular

Essa posição é indicada principalmente para pacientes que possuem pouca glândula mamária ou gordura para cobrir a prótese. Com a colocação do implante atrás do músculo, o contorno das mamas fica mais natural porque o silicone menos visível.

  • Dual plane

Usando essa técnica para aumento de seios, a parte superior da prótese fica coberta pelo músculo e a parte inferior pela glândula. Também é indicada para pacientes com pouco tecido mamário, com a vantagem de proporcionar um resultado natural, principalmente no colo, e um pós-operatório mais confortável do que com a prótese totalmente submuscular.

 

Veja também: Redução de Mama (Mamoplastia redutora)