Prótese de Glúteo - William Machado
 

Prótese de Glúteo

protese de glúteo

A cirurgia de prótese de glúteo, ou gluteoplastia de aumento, é indicada para pacientes que apresentam glúteos com pequeno volume ou então com projeção inadequada. E que, por isso, desejam melhorar essa condição. Ao mesmo tempo, pacientes que apresentaram grande redução de peso também podem ser candidatas à colocação de prótese.

 

 

Veja também:

 

 

Como é realizada a colocação da prótese de glúteo?

É realizada uma incisão no sulco interglúteo e confeccionada uma loja (espaço) dentro do músculo glúteo. Em seguida, a prótese é colocada ficando protegida e não se tornando palpável ou visível.

Onde se localiza a cicatriz?

A cicatriz de cerca de 6 cm fica localizada no sulco interglúteo. Dessa forma fica escondida, quase imperceptível.

Quais os tipos de prótese de glúteo existentes no mercado?

Existem vários tipos e modelos de próteses de glúteo. Mas cada uma tem uma indicação dependendo do tipo de nádegas da paciente. Por isso, as próteses de glúteo podem variar de perfil e de envoltório. O perfil (forma) pode ser redondo ou então anatômico, de acordo com a projeção da prótese. Além disso, o conteúdo é de gel de silicone de alta coesividade. O envoltório da prótese também pode variar, ou seja, pode ser texturizado ou liso.

Importante! A prótese de glúteo é projetada para receber pressão (quando paciente senta, corre, deita, etc.). Portanto é mais resistente e espessa do que a prótese de mama. A escolha da prótese de glúteo ideal será feita na consulta médica. Desse modo, o cirurgião examinará a paciente e escolherá a melhor prótese. Assim, poderá produzir um melhor resultado para o aumento da região glútea, que em cada paciente é diferente.

Qual o tipo de anestesia utilizada?

Podem ser realizadas anestesia geral e bloqueios (peridural). Mas a decisão deve ser tomada em conjunto equipe e paciente.

Qual a duração da cirurgia?

A duração da cirurgia é, em média, 1 hora.

Qual o período de internação?

Geralmente 1 dia.

O pós-operatório é doloroso?

Costuma ser um pouco doloroso nas primeiras 48 horas. No entanto podem ser utilizados analgésicos para amenizar o desconforto.

É utilizado curativo?

É deixado um curativo local com gazes e micropore. Assim, deve ser trocado diariamente pela paciente e periodicamente.

É necessário o uso de cintas?

Sim, a cinta ajuda a modelar e diminuir mais rápido o edema local. Além disso, também ajuda no remodelamento corporal devido à manipulação durante a cirurgia.

Quando são retirados os pontos?

A maioria dos pontos é absorvível. Por isso, não é necessário retira-los. Mas, se forem dados alguns pontos externos, estes serão retirados entre 7-10 dias.

Quando poderei sentar?

Já no dia seguinte ocorre a liberação para sentar. Essa é, sem dúvida, a conduta mais atual.

Qual o período de repouso?

O ideal é ter repouso e cuidados após toda cirurgia plástica, já que se quer obter o melhor resultado. Em média, 15 dias são suficientes.

Quais as complicações mais frequentes?

Apesar de raras, podem ocorrer complicações como, por exemplo, hematoma, infecção, extrusão da prótese, contratura da cápsula e problemas anestésicos.

Em quanto tempo poderei observar o resultado definitivo?

O resultado quanto à forma já é bastante evidente no pós-operatório. Durante os primeiros dois meses há a redução do edema (inchaço) e, assim, a cicatrização ganha força. Assim como toda Cirurgia Plástica, o resultado definitivo desta se dá após os 6 meses, devido ao amadurecimento da cicatriz.

Recomendações pré-operatórias

– Comunicar a equipe se, antes da operação, apresentar gripe ou indisposição;

– Internar-se no hospital ou clínica indicada, em jejum de 8 horas, inclusive de água, obedecendo ao horário estabelecido;

– Evitar bebidas alcoólicas, drogas ou refeições muito fartas na véspera da cirurgia;

– Programe suas atividades sociais, domésticas, profissionais ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente 15 dias.

Recomendações pós-operatórias

– Evitar esforços nos 15 primeiros dias;

– Não realizar atividades físicas por pelo menos 30 dias;

– Não movimentar a região glútea em excesso;

– Não se exponha ao sol por 3 meses;

– Obedecer à prescrição médica;

– Alimentação normal;

– Tire conosco suas eventuais dúvidas.

Agende sua consulta: (86) 99829-6475 (clique aqui)